Cialis, mais forte que o Viagra?

Levaria em todo caso, um tempo mais longo para uma improvisação amorosa graças ao seu tempo de ação, 36 horas em média…..

Uma ereção ininterrupta de 24 a 36 horas?

O Cialis® (tadalafila) é eficaz durante 24 horas, é verdade. Mas sem risco de priapismo (ereção contínua) porque ele não provoca imediatamente a ereção. “Este medicamento não é um afrodisíaco. Seu modo de ação é a facilitação do fluxo sanguíneo no tecido peniano para permitir a ocorrência de uma ereção”, diz o Professor Pierre Costa, chefe do departamento de Urologia do CHU de Nîmes. A ereção ocorre somente quando há estímulo sexual e desaparece após a relação sexual. A possibilidade de obtenção de uma ereção é eficaz a partir de 16 minutos após a ingestão e perdura até 36 horas em algumas pessoas… o que deixa tempo para improvisação amorosa.

A eficácia do Cialis é comprovada?

A exemplo do Viagra, a eficácia do Cialis (tadalafila) é comprovada por numerosos estudos. De acordo com alguns deles, mais de 80% dos indivíduos que usaram o Cialis relataram uma melhoria em suas ereções. Mas além de proporcionar uma ereção de melhor qualidade, este medicamento também terá permitido aumentar significativamente o número de relações sexuais em 75% dos pacientes.

Quais são os riscos para o coração?

A tolerância cardiovascular do Cialis (tadalafila) foi testada antes de seu lançamento no mercado (várias mortes foram relatadas durante a chegada do Viagra® em 1998). Resultado: nenhuma mudança significativa na pressão arterial ou frequência cardíaca foi relatada. Assim não há maiores riscos cardiovasculares para o Cialis (tadalafila) se as contraindicações são levadas em conta: a não ingestão de derivados de nitratos, nem antecedentes de doenças cardíacas como um infarto recente, ou uma angina de peito ou ainda uma insuficiência cardíaca severa.

Cialis: quais são as precauções a serem tomadas?

Ao contrário do Viagra, não é proibido fazer uma boa refeição antes de passar para o divertimento. Não existe interações farmacológicas entre este medicamento e alimentação ou álcool. Mas isso não impede as consequências de um excesso à mesa ou de champanhe.

A disfunção erétil (também conhecida pelo nome de impotência) é um problema de saúde muito comum tanto na França como em outras regiões da Europa. Esta condição de saúde afeta a maioria dos homens em algum momento de suas vidas.

Se as estatísticas falam por si, ou seja, que 50% dos homens com idade entre 40 e 70 anos sofrem de problemas de ereção, muitos homens com idade abaixo dos 40 anos também sofrem.

Para a tranquilidade dos homens, muitos tratamentos estão disponíveis atualmente para tratar problemas de disfunção erétil. Antes de fazer um tratamento, é recomendável definir as razões destes problemas de ereção. As causas da disfunção erétil podem ser físicas ou psicológicas.

A principal causa que afeta mais de 70% dos homens que sofrem de disfunção erétil é geralmente um estreitamento das artérias do pênis (que podem ser causas para uma pressão arterial elevada, taxa elevada de colesterol, tabagismo, assim como outros fatores de risco).

Para tratar este problema, você deve consultar seu médico a fim de efetuar um exame médico. Em função de sua condição de saúde, seu médico poderá prescrever um tratamento específico. Os dois tratamentos mais prescritos para tratar problemas de ereção são Viagra e Cialis.

Cialis é atualmente utilizado e apreciado por milhões de homens no mundo por suas numerosas vantagens, sendo que a principal é sua duração, a mais longa existente no mercado. Cialis é muitas vezes referida como pílula do fim de semana, a duração de sua ação é de 36 horas.